A INFLUÊNCIA DA FISCALIDADE NA CONTABILIDADE: ESTUDO EM PORTUGAL

  • Sara Margarida Gonçalves Nascimento Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Coimbra
  • Cristina Maria Gabriel Gonçalves Góis

Resumo

O relato financeiro português tem sido caracterizado como integrando os países com um sistema contabilístico continental, segundo o qual a principal finalidade da contabilidade é o suporte ao apuramento do resultado fiscal. Este estudo procura analisar e quantificar a influência da fiscalidade na contabilidade em Portugal. Pretende-se medir estatisticamente essa influência para os anos de 2009 e 2010 através de um modelo de regressão linear aplicado aos dados de 2.210 empresas não cotadas. A investigação realizada procurou dar resposta a três questões específicas: (1) as regras de tributação influenciam a contabilidade em Portugal? (2) a fiscalidade é o único factor que influencia a contabilidade portuguesa? (3) o grau de influência da fiscalidade na contabilidade foi afectado pela adopção do SNC? Os resultados obtidos permitiram responder às duas primeiras questões, evidenciando que a fiscalidade influencia a contabilidade em Portugal mas não a explica na totalidade, não permitindo validar de forma conclusiva a última questão, indiciando que o grau de influência da fiscalidade na contabilidade não foi significativamente alterado com a mudança de normativo contabilístico. A existência de estudos sobre esta matéria incidentes sobre a realidade portuguesa é escassa, não se conhecendo nenhum de natureza estatística realizado anteriormente, pelo que se acredita vir a dar um importante contributo para a compreensão da temática em causa.

Publicado
Set 30, 2014
Como citar
NASCIMENTO, Sara Margarida Gonçalves; GÓIS, Cristina Maria Gabriel Gonçalves. A INFLUÊNCIA DA FISCALIDADE NA CONTABILIDADE: ESTUDO EM PORTUGAL. Revista Universo Contábil, [S.l.], v. 10, n. 3, p. 194-217, set. 2014. ISSN 1809-3337. Disponível em: <https://proxy.furb.br/ojs/index.php/universocontabil/article/view/4102>. Acesso em: 22 maio 2022. doi: http://dx.doi.org/10.4270/ruc.20143194-217.
Seção
Seção Internacional

Palavras-chave

Contabilidade, fiscalidade, resultado contabilístico e fiscal, Portugal