A INTERFERÊNCIA DA EMOÇÃO NA TOMADA DE DECISÃO DE RISCO: UM ESTUDO EXPERIMENTAL COM PROFISSIONAIS DA CONTROLADORIA

  • Tamar Klein Alvarenga Universidade Presbiteriana Mackenzie
  • Ricardo Lopes Cardoso Universidade Presbiteriana Mackenzie
  • Jandira Sandra Ferreira Universidade Presbiteriana Mackenzie
  • Andson Braga de Aguiar Universidade de São Paulo-USP
##plugins.pubIds.doi.readerDisplayName## http://dx.doi.org/10.4270/ruc.2014224-42

Resumo

Este estudo teve como objetivo investigar a interferência da emoção no comportamento de risco de profissionais, pós-graduados e pós-graduandos, nas áreas de controladoria e afins, mediante abordagem experimental. Para isto, foi aplicada aos participantes a tarefa Risk Task, composta por 100 apostas, a qual em cada aposta o decisor tinha a escolha de decidir por um retorno maior vinculado a um risco maior, ou por um retorno menor vinculado a um risco menor. Participaram do estudo 80 sujeitos que antes de executarem a tarefa tiveram a emoção induzida, e 11 sujeitos foram descartados. Através da análise estatística inferencial não foi possível observar indícios da interferência da emoção, não sendo possível justificar a variação no comportamento de risco entre os grupos, e tampouco diferença no tempo de execução da tarefa. Também não foi identificado relacionamento entre o comportamento de risco e o gênero dos decisores. Apesar de negativos, os resultados da pesquisa estão em linha com o que acontece em outras frentes no mesmo tema em que ainda não existe consenso sobre a influência ou não da emoção nas decisões. Desta forma, espera-se que os resultados desta pesquisa estimulem novos estudos empíricos sobre a interferência das emoções na decisão em populações da área financeira, bem como, a interferência que diversas valências de emoções podem exercer sobre a decisão.

Publicado
Jun 30, 2014
Como citar
ALVARENGA, Tamar Klein et al. A INTERFERÊNCIA DA EMOÇÃO NA TOMADA DE DECISÃO DE RISCO: UM ESTUDO EXPERIMENTAL COM PROFISSIONAIS DA CONTROLADORIA. Revista Universo Contábil, [S.l.], v. 10, n. 2, p. 24-42, jun. 2014. ISSN 1809-3337. Disponível em: <https://proxy.furb.br/ojs/index.php/universocontabil/article/view/3586>. Acesso em: 09 dez. 2021. doi: http://dx.doi.org/10.4270/ruc.2014224-42.
Seção
Seção Nacional

Palavras-chave

Tomada de Decisão, Emoção, Risco