A IMPORTÂNCIA DA AULA DO COMÉRCIO NA HISTÓRIA DA CONTABILIDADE PORTUGUESA

  • Miguel Maria Carvalho Lira Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Coimbra

Resumo

A determinação do Marquês de Pombal foi imprescindível para a inauguração da Aula do Comércio, em 1759, constituindo esta um marco na História da Contabilidade Portuguesa devido ao seu pioneirismo no ensino do método digráfico em Portugal. Em virtude da sua importância, o estudo deste estabelecimento de ensino público é o objectivo deste trabalho, mais concretamente a dissecação das razões e objectivos da sua criação, interligando estes com o ambiente sócio-económico da época de forma a tornar mais compreensível o contexto histórico que levou à sua fundação, bem como o aprofundamento de questões como as suas regras de funcionamento, os primeiros lentes, as disciplinas ali leccionadas ou a sua importância no desenvolvimento da Contabilidade em território português. Quanto a este último aspecto, iremos concluir que a Aula contribuiu para um melhor emprego da partida dobrada e para a sua divulgação em Portugal, sendo igualmente determinante para o surgimento de uma classe de contabilistas portugueses devidamente habilitados, acabando, desta forma, com o atraso existente em matéria de conhecimentos e técnicas comerciais.

 

Publicado
Jul 11, 2011
Como citar
LIRA, Miguel Maria Carvalho. A IMPORTÂNCIA DA AULA DO COMÉRCIO NA HISTÓRIA DA CONTABILIDADE PORTUGUESA. Revista Universo Contábil, [S.l.], v. 7, n. 2, p. 97-113, jul. 2011. ISSN 1809-3337. Disponível em: <https://proxy.furb.br/ojs/index.php/universocontabil/article/view/1946>. Acesso em: 22 maio 2022. doi: http://dx.doi.org/10.4270/ruc.20117.
Seção
Seção Internacional

Palavras-chave

Aula do Comércio; História da Contabilidade; Partidas Dobradas, Portugal; Ensino.