Estratégia e Desempenho pela Perspectiva do Tripé da Estratégia

Wilciney J. Villan, Ivan Lapuente Garrido, Sílvio Luís de Vasconcellos

Abstract


Neste estudo, adotamos o tripé de estratégia para avaliar em que medida elementos relacionados à indústria, empresas e instituições afetam a formulação de estratégias e a percepção de desempenho em empresas do mesmo setor e da mesma região geográfica. Desenvolvemos a pesquisa em duas fases, uma qualitativa, por meio de entrevistas com CEOs de empresas inseridas no setor de tecnologia da informação, e uma fase quantitativa, com a aplicação de uma pesquisa para avaliar em que medida esses elementos determinam os resultados das empresas. Esses elementos foram analisados por meio de estatística multivariada e as hipóteses testadas por meio de regressão linear. Os testes revelaram que entre as oito hipóteses construídas, apenas três encontraram suporte. O principal resultado mostra que as dimensões do tripé da estratégia não atuam juntas na formulação de estratégias e nos efeitos sobre o desempenho. As implicações gerenciais deste estudo centram-se na gestão operacional da amostra investigada, tornando-se um desafio idealizar uma visão de longo prazo e desenvolver sinergias para a formação de redes. Os estudos que abordam o tripé da estratégia consideram diferentes ambientes institucionais; nesse sentido, o presente estudo avança ao mensurar o tripé da estratégia em um contexto institucional homogêneo.


Keywords


Tripé da estratégia, Competitividade, Gestão estratégica.



DOI: http://dx.doi.org/10.7867/1980-4431.2020v25n3p74-91

Directories

Indexers

http://diadorim.ibict.br
http://pkp.sfu.ca/node/3747

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.