A governança corporativa e o comportamento das ações de empresas do setor de energia elétrica listadas na Bovespa

Gustavo Henrique Silva de Souza, Nilton Cesar Lima, Felipe Bezerra Barbosa, Álvaro César Coutinho Leite, Andrei Aparecido de Albuquerque

Abstract


Este artigo objetivou investigar a relação entre a governança corporativa e o comportamento das ações de empresas do setor de energia elétrica listadas na Bovespa por meio dos indicadores do Coeficiente Beta (β) [volatilidade] e do Índice de Energia Elétrica (IEE) [valor de mercado], tendo em vista a dinâmica do mercado de energia elétrica no Brasil no período da crise estadunidense em 2008/2009 e da crise europeia em 2010 e a pós-crise. Foram estudadas empresas do setor de energia elétrica brasileiro nos períodos de 01/01/2009 a 30/06/2011 (Período 1) e de 25/10/2012 a 31/10/2013 (Período 2). Os resultados mostram que o valor de mercado e a volatilidade das empresas de energia não foram afetados no decorrer da crise estadunidense e da crise europeia. Entretanto, a pós-crise culminou no aumento do Dólar e do Euro, na diminuição de investimentos estrangeiros no Brasil e na queda de exportações, afetando negativamente as ações das empresas brasileiras de energia e, consequentemente, reduzindo o valor de mercado dessas empresas. A governança corporativa mostra-se balizadora da volatilidade das ações das empresas de energia, visto que as mantêm menos instáveis que o mercado, mesmo em períodos de crise.


Keywords


Setor de Energia; Governança Corporativa; Coeficiente Beta; Índice de Energia Elétrica (IEE)

Full Text:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.7867/1980-4431.2015v20n1p13-28

Directories

Indexers

http://diadorim.ibict.br
http://pkp.sfu.ca/node/3747

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.