Análise dos fatores de atratividade dos shoppings centers no Porto, Portugal

Fernando Oliveira Tavares, Luís Pacheco, Pedro Ferreira Sousa

Abstract


Este artigo tem como objetivo analisar as variáveis responsáveis pela atratividade dos shoppings. O método utilizado é quantitativo e exploratório. Foi efetuado um inquérito por questionário à população residente na área metropolitana do Porto, em Portugal. Os shoppings dispõem de meios de atração e modernidade e tornam-se em grandes centros de lazer e convívio, onde a vida social ganha novos contornos e as vivências citadinas se reinventam, concorrendo entre si para atrair o maior número possível de visitantes. Os resultados apresentam nove fatores com relevância na atratividade dos shoppings: a publicidade, os níveis de consumismo, o lazer, o estatuto social, a praça de restauração, a higiene e segurança, os cinemas, os hipermercados e as lojas de tecnologia. Apesar de tratar-se de um estudo exploratório, os nove fatores encontrados são uma contribuição para estudos na área do varejo, merecendo a atenção por parte de planejadores e operadores de shoppings.

Keywords


Shoppings, necessidades do consumidor, atratividade dos shoppings, motivações de compra, varejo urbano.



DOI: http://dx.doi.org/10.7867/1980-4431.2014v19n4p84-103

Directories

Indexers

http://diadorim.ibict.br
http://pkp.sfu.ca/node/3747

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.