ESTRUTURA DO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DO TURISMO

  • Dílson Tomio Universidade Regional de Blumenau

Abstract

O mercado turístico torna-se a cada dia mais concorrido exigindo das organizações e dos núcleos turísticos maior competitividade. Do lado da demanda, temos turistas mais exigentes em relação à qualidade dos produtos turísticos e do lado da oferta, temos aumentos constantes de opções de destinos turísticos, que buscam constantemente melhores índices de qualidade, menores preços e diversificação de produtos, objetivando sempre o aumento de suas participações no mercado. Nesse cenário, é fundamental a formação e oferta de produtos turísticos adequados à demanda, além da implantação de um consistente planejamento estratégico, que assegure um turismo sólido e sustentável e que beneficie principalmente a comunidade local. Desenvolveremos aqui, uma proposta de estrutura para o planejamento estratégico turístico, baseados na pesquisa de uma cidade como produto turístico. Esta proposta pode ser usada como modelo, um guia para a realização do planejamento para o turismo de qualquer município ou região. Para realizar-se o planejamento estratégico do turismo, é necessário a realização de um inventário dos atrativos, da infra-estrutura básica e turística e das condições de acessibilidade, que caracterizam as condições da oferta turística local. Para identificar as características e interesses da demanda, realiza-se pesquisas com os turistas, quando de suas chegadas e saídas, com os empresários locais e com a comunidade residente. Através destas informações levantadas, é possível realizar-se uma proposta do planejamento estratégico, cujo objetivo é indicar estratégias, planos e programas para o crescimento e desenvolvimento do turismo e da economia local.
Published
Jun 25, 2007
How to Cite
TOMIO, Dílson. ESTRUTURA DO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DO TURISMO. Revista de Negócios, [S.l.], v. 5, n. 3, june 2007. ISSN 1980-4431. Available at: <https://proxy.furb.br/ojs/index.php/rn/article/view/400>. Date accessed: 21 oct. 2021. doi: http://dx.doi.org/10.7867/1980-4431.2000v5n3p%p.