Relações entre P&D, patentes e exportação em empresas brasileiras ativamente inovadoras

  • Micheline Gaia Hoffmann Universidade do Estado de Santa catarina (UDESC) - ESAG
  • Eliza Coral Fundação CERTI
  • Eduardo Jara Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) - ESAG

Abstract

O artigo é resultado de pesquisa quantitativa que examina as relações entre P&D (gastos, qualificação dos colaboradores e práticas de colaboração externa), geração de patentes e exportação em empresas brasileiras ativamente inovadoras. Foram testadas sete hipóteses de relação entre as variáveis a partir de dados coletados junto a empresas participantes do Prêmio FINEP de Inovação 2010. A amostra, não probabilística, foi composta pelas 471 empresas participantes, distribuídas em 18 setores e as cinco regiões brasileiras. Os resultados mostram que nestas empresas há relação entre os investimentos em P&D, o número de patentes e a capacidade de exportação. Viu-se ainda que a relação entre gastos em P&D e patentes, assim como entre a existência de parcerias com universidades e patentes, é fraca. Adicionalmente, nas empresas pesquisadas, quanto maior a qualificação dos colaboradores atuantes em P&D, maior o número de patentes geradas.

Downloads

Download data is not yet available.
Published
Oct 2, 2014
How to Cite
HOFFMANN, Micheline Gaia; CORAL, Eliza; JARA, Eduardo. Relações entre P&D, patentes e exportação em empresas brasileiras ativamente inovadoras. Revista de Negócios, [S.l.], v. 19, n. 3, p. 75-90, oct. 2014. ISSN 1980-4431. Available at: <https://proxy.furb.br/ojs/index.php/rn/article/view/3851>. Date accessed: 10 aug. 2022. doi: http://dx.doi.org/10.7867/1980-4431.2014v19n3p75-90.

Keywords

Inovação; P&D; Patentes; Exportação.