CLUSTER COMO ESTRATÉGIA COMPETITIVA NO SETOR DE CMB EM SANTA CATARINA

Pedro Paulo Hugo Wilhelm, Hélio Candido Ferreira

Abstract


Na virada do novo milênio, o irreversível processo de globalização estabeleceu uma nova ordem econômica que submeteu as empresas a duras provas de sobrevivência. Este artigo relata pesquisa que teve por objetivo verificar o aproveitamento do modelo cluster como estratégia competitiva das empresas do segmento de cama, mesa e banho da indústria têxtil de Santa Catarina. O trabalho foi desenvolvido através de entrevista que avaliou o posicionamento estratégico das empresas líderes daquele segmento; que identificou a percepção dos empresários em relação ao desenvolvimento do cluster como estratégia competitiva; e que avaliou, do ponto de vista dos empresários, as perspectivas para iniciar ações capazes de fortalecer o cluster a partir de ações conjuntas, como forma de adequação à realidade do mercado global. Conclusivamente, o estudo constatou que o setor é liderado por grandes empresas, fortemente verticalizadas, cujas estratégias competitivas valorizam predominantemente os fatores internos, inexistindo ações em nível sistêmico e conjuntas que possam ser consideradas como relevantes. Os entrevistados reconhecem a possibilidade de vantagens competitivas que potencialmente poderiam decorrer do desenvolvimento do "Cluster de CMB". Contudo, também reconhecem que, no curto prazo, não existem perspectivas concretas e convincentes para desencadear ações que possam levar à elaboração e à implementação de um projeto visando a um fortalecimento do cluster de forma conjunta.

Keywords


Análise por conglomerados; Concorrência; Conglomerados (Empresas); Indústria Têxtil



DOI: http://dx.doi.org/10.7867/1980-4431.2001v6n4p%25p

Directories

Indexers

http://diadorim.ibict.br
http://pkp.sfu.ca/node/3747

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.