APLICAÇÃO DO MARKETING DE RELACIONAMENTO EM AGÊNCIAS BANCÁRIAS NO ESTADO DE SANTA CATARINA

Amélia Silveira, Jefferson Cardoso Domareski, Heitor t. Kato

Abstract


Durante os anos 80, o Marketing bancário surgiu como forma de suprir a demanda por informações de clientes e empresas estrangeiras que começavam acenar com a possibilidade de investimentos no país. Neste ponto, o Marketing bancário limitava-se ao conceito de propaganda e promoção de vendas. Entretanto, com o advento da abertura econômica e o fim dos altos ganhos proporcionados pelos spreads praticados em décadas de inflação alta, por ocasião do plano real, as empresas bancárias entraram em regime de concorrência acirrada que, rapidamente, apontou para a personalização dos serviços, redefinindo o Marketing financeiro. O Marketing de Relacionamento surgiu, neste contexto, como uma nova estratégia de desenvolvimento e fidelização da carteira de clientes, impondo, porém, um novo paradigma à empresa, ao abordar de maneira totalmente nova a dinâmica das relações de troca no mercado, defendendo a necessidade de manter e privilegiar relacionamentos de longo prazo, em detrimento do Marketing tradicional, cujos objetivos limitavam-se ao resultado imediato e desconexo de operações futuras. O presente trabalho caracteriza-se como pesquisa exploratória, com método descritivo, que buscou estudar a dinâmica mercadológica de uma rede de agências bancárias, de caráter privado, no estado de Santa Catarina, intencionalmente determinada, por meio da ótica do Marketing de Relacionamento.

Keywords


Marketing bancário; Marketing de relacionamento



DOI: http://dx.doi.org/10.7867/1980-4431.2002v7n1p%25p

Directories

Indexers

http://diadorim.ibict.br
http://pkp.sfu.ca/node/3747

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.