GESTAO DO CONHECIMENTO NA CADEIA PRODUTIVA DA INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA NA REGIAO METROPOLITANA DE CURITIBA

Christian Luiz da Silva, Moisés Francisco Farah jr.

Abstract


O objetivo deste artigo foi avaliar o processo de aprendizagem na base metal-mecânica da Região Metropolitana de Curitiba e de Interação deste processo com o desenvolvido pelas montadoras. Por meio de uma pesquisa de campo realizada com 14 empresas da base metal-mecânica e fornecedoras de sistemistas e das montadoras da região metropolitana de Curitiba demonstrou-se que o esforço de aprendizagem dessas empresas foi reduzido, tanto por meio das suas relações internas quanto das suas relações externas. Em torno de 43% dos dirigentes concentram o seu tempo no desenvolvimento de atividades operacionais e apenas 14% deles direcionam a maior parte do tempo para o planejamento estratégico. Poucas empresas, dentre as pesquisadas, utilizam estratégias de benchmarking para desenvolver novos produtos e processos, apesar de 57% dos dirigentes auto-avaliaram o desenvolvimento de seus produtos como sendo avançados e 71 % consideraram a sua estratégia de manufatura e fabricação também avançada. A pesquisa mostrou que as empresas da base metal-mecânica pouco se ocupam com o processo de aprendizagem. Isso faz com que elas não consigam se capacitar para continuar competindo.

Keywords


Gestão do conhecimento; Cadeia produtiva; Indústria automobilística



DOI: http://dx.doi.org/10.7867/1980-4431.2003v8n2p%25p

Directories

Indexers

http://diadorim.ibict.br
http://pkp.sfu.ca/node/3747

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.