ESTÁ A TRÍADE FAMILIAR CONVERGINDO EM SUAS PERCEPÇÕES SOBRE A INFLUÊNCIA DO ADOLESCENTE NA DECISÃO DE COMPRA?

Delane Botelho, Milber Fernandes Morais Botelho, Breno de Paula Andrade Cruz

Abstract


O Brasil possui 28,5 milhões de adolescentes e iniciou a década atual como terceiro maior mercado adolescente do mundo. Entretanto, a pesquisa de marketing no país tem subestimado esse grupo de consumidores e influenciadores do consumo. O objetivo deste artigo é compreender a convergência das respostas da tríade familiar (pai, mãe e adolescente) no que se refere à influência do adolescente na decisão de compra de produtos para si e para a família. O trabalho empírico realizado consistiu de um levantamento junto a 174 tríades de duas escolas do ensino médio das cidades do Rio de janeiro (RJ) e Viçosa (MG). Utilizaram-se quatro variáveis para a análise: produtos de consumo para o adolescente e para a família e bens duráveis para o adolescente e para a família. Realizou-se a comparação de médias (teste t) de cada variável entre os membros da tríade. Os resultados mostraram que pais e mães não divergem entre si na percepção de influência de decisão de compra de seus filhos adolescentes, mas estes tendem a superestimar sua influência na decisão de compra de produtos direcionados a si mesmos. Discrepâncias entre tais percepções representam erros de mensuração que devem ser levados em conta em pesquisas futuras.

Keywords


Consumidores jovens; Comportamento do consumidor



DOI: http://dx.doi.org/10.7867/1980-4431.2006v11n1p%25p

Directories

Indexers

http://diadorim.ibict.br
http://pkp.sfu.ca/node/3747

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.