Agrupamentos de Responsabilidade Corporativa: a Percepção de Stakeholders sobre o Arranjo Produtivo Local de Confecções do Agreste Pernambucano.

  • Claudinete de Fátima Silva Oliveira Santos Universidade Federal de Pernambuco
  • Carla Regina Pasa Gómez Universidade Federal de Penambuco

Abstract

Os Arranjos Produtivos Locais (APLs) são estratégias inovadoras de desenvolvimento local, integradora de espaços e redes sociais. Neles, os stakeholders interagem para atender as expectativas sociais, tornando visíveis suas ações de Responsabilidade Social Empresarial (RSE). O objetivo desse artigo é identificar em que estágio de Agrupamentos de Responsabilidade Corporativa adaptado de Zadec et al. (2003) pelo Instituto Ethos (2003), encontra-se o APL de Confecções do Agreste Pernambucano, conforme seus stakeholders. Apresenta-se uma revisão de: APLs, Teoria dos Stakeholders e Agrupamentos de Responsabilidade Corporativa. Esse estudo de caso qualitativo teve como instrumentos de coleta de dados: levantamento bibliográfico e documental, entrevista semi-estruturada e observação direta. Os resultados mostraram que o APL estudado está no estágio de Agrupamentos Formadores de Mercado pelo fortalecimento das interações entre atores e preocupação com a sustentabilidade de produtos, processos e negócios.

Published
Apr 28, 2011
How to Cite
SANTOS, Claudinete de Fátima Silva Oliveira; GÓMEZ, Carla Regina Pasa. Agrupamentos de Responsabilidade Corporativa: a Percepção de Stakeholders sobre o Arranjo Produtivo Local de Confecções do Agreste Pernambucano.. Revista de Negócios, [S.l.], v. 15, n. 3, p. 29-48, apr. 2011. ISSN 1980-4431. Available at: <https://proxy.furb.br/ojs/index.php/rn/article/view/1918>. Date accessed: 18 oct. 2021. doi: http://dx.doi.org/10.7867/1980-4431.2010v15n3p29-48.

Keywords

APL; stakeholders; RSE; Agrupamentos de Responsabilidade Corporativa; legitimidade e produtividade