Agrupamentos de Responsabilidade Corporativa: a Percepção de Stakeholders sobre o Arranjo Produtivo Local de Confecções do Agreste Pernambucano.

Claudinete de Fátima Silva Oliveira Santos, Carla Regina Pasa Gómez

Abstract


Os Arranjos Produtivos Locais (APLs) são estratégias inovadoras de desenvolvimento local, integradora de espaços e redes sociais. Neles, os stakeholders interagem para atender as expectativas sociais, tornando visíveis suas ações de Responsabilidade Social Empresarial (RSE). O objetivo desse artigo é identificar em que estágio de Agrupamentos de Responsabilidade Corporativa adaptado de Zadec et al. (2003) pelo Instituto Ethos (2003), encontra-se o APL de Confecções do Agreste Pernambucano, conforme seus stakeholders. Apresenta-se uma revisão de: APLs, Teoria dos Stakeholders e Agrupamentos de Responsabilidade Corporativa. Esse estudo de caso qualitativo teve como instrumentos de coleta de dados: levantamento bibliográfico e documental, entrevista semi-estruturada e observação direta. Os resultados mostraram que o APL estudado está no estágio de Agrupamentos Formadores de Mercado pelo fortalecimento das interações entre atores e preocupação com a sustentabilidade de produtos, processos e negócios.


Keywords


APL; stakeholders; RSE; Agrupamentos de Responsabilidade Corporativa; legitimidade e produtividade



DOI: http://dx.doi.org/10.7867/1980-4431.2010v15n3p29-48

Directories

Indexers

http://diadorim.ibict.br
http://pkp.sfu.ca/node/3747

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.