AS REDES DE CONTATOS PESSOAIS E AS PRÁTICAS DE INTELIGÊNCIA COMPETITIVA: UM ESTUDO SOBRE A ARQUITETURA DE RELACIONAMENTO EM UMA EMPRESA DE LOGÍSTICA

Leonel Cezar Rodrigues, Ana Cláudia Knoll Zoschke, Saulo Fabiano Amâncio Vieira, Sérgio Gilberto Bonocielle Junior, Ronie Galeano

Abstract


O presente artigo trata das redes sociais, especialmente das redes de contatos pessoais e as atividades de Inteligência Competitiva na ATT Transbordo. Assim, objetiva analisar como as redes sociais são utilizadas para fomentar as práticas de inteligência competitiva em uma empresa de transbordo. Para tanto se realizou um levantamento bibliográfico acerca das redes sociais, tipologias e benefícios, bem como do conceito e processos da inteligência competitiva nas organizações. A pesquisa empírica aqui retratada é um estudo de caso, exploratório e qualitativo. O processamento dos dados, coletados principalmente com entrevistas semi-estruturadas em profundidade, baseou-se em análise de conteúdo. Os principais resultados indicam que as redes de contato pessoais, tanto internas, quanto externas, constituem o mecanismo básico para operação da inteligência competitiva, principal responsável pelo sucesso do negócio da ATT. Foi observada ainda uma contínua expansão das redes sociais internas, com influência no processo decisório da empresa, no sentido das redes inter-pessoais, com alcance externo. Esse conjunto de captação e distribuição da informação, de fato, é que determina a sedimentação e o formato das práticas de IC na ATT.

Keywords


inteligência competitiva; prospecção da informação; redes sociais; comunicação organizacional.



DOI: http://dx.doi.org/10.7867/1980-4431.2009v14n4p67-86

Directories

Indexers

http://diadorim.ibict.br
http://pkp.sfu.ca/node/3747

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.