IDENTIFICAÇÃO DAS PRÁTICAS DE GESTÃO DAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS: CONSTRUINDO UMA ESCALA DE MENSURAÇÃO

Bruno Tavares, Marco Aurélio Marques Ferreira, Afonso Augusto Teixeira de Freitas de Carvalho Lima

Abstract


As micro e pequenas empresas ainda representam grande desafio teórico para a ciência da Administração. Um dos aspectos refere-se à compreensão das práticas de gestão dessas organizações. Nessa direção, o presente artigo visou identificar e analisar práticas gerenciais propostas pela teoria administrativa no processo de decisão, baseando-se no nível de complexidade e de adequação da gestão ao ambiente de negócio. Para isso, delineou-se um levantamento que possibilitou avaliar os sistemas administrativos e as práticas gerencias das micro e pequenas empresas por meio de uma abordagem de pesquisa-diagnóstico. Os dados foram coletados a partir de entrevistas semi-estruturadas e observação in loco em 38 microempresas e empresas de pequeno porte na Zona da Mata Mineira. Os aspectos gerenciais foram abordados em cinco dimensões, operacionalizadas em questões representativas de variáveis de gestão. A consistência entre as variáveis de cada dimensão foi verificada pelo teste de confiabilidade Alfa de Cronbach. Como resultados, identificaram-se grupos de variáveis consistentes para as cinco dimensões e outros sete subgrupos mais específicos. Os grupos propostos podem ser utilizados na classificação de microempresas em estudos de desempenho, eficiência ou estratégia, ampliando qualitativamente as dimensões dos trabalhos nesse segmento.


Keywords


pequenas empresas; pesquisa-diagnóstico; alfa de Cronbach



DOI: http://dx.doi.org/10.7867/1980-4431.2009v14n4p11-27

Directories

Indexers

http://diadorim.ibict.br
http://pkp.sfu.ca/node/3747

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.