O sistema estadual de participação popular e cidadã e o gabinete digital do governo Tarso Genro no Rio Grande do Sul

  • Vinicios Gonchoroski de Oliveira Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul - Unijuí
  • Ângela Cristina Trevisan Felippi Universidade de Santa Cruz do Sul - Unisc

Resumo

O artigo discute as Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) na gestão pública, em específico, no caso do governo do Rio Grande do Sul, durante a administração Tarso Genro (2011-2014). O objetivo é compreender o processo de adoção das TIC como forma de promover a participação cidadã, analisando um mecanismo do Sistema Estadual de Participação Popular e Cidadã (SISPARCI), o Gabinete Digital (GD). A progressiva presença das TIC na gestão pública é analisada desde a formação do meio técnico-científico-informacional enquanto elemento explicativo dos fenômenos contemporâneos. Em termos metodológicos, adota-se a ótica dos atores governamentais e da sociedade civil. A pesquisa se situa numa perspectiva crítico-cultural da tecnologia. Os resultados evidenciam a existência de dificuldades na implantação do sistema, a ocorrência de alterações na prática cidadã durante a vigência do SISPARCI e a descontinuidade da proposta com o encerramento do governo Tarso Genro.
Publicado
Out 7, 2021
Como citar
OLIVEIRA, Vinicios Gonchoroski de; FELIPPI, Ângela Cristina Trevisan. O sistema estadual de participação popular e cidadã e o gabinete digital do governo Tarso Genro no Rio Grande do Sul. Revista Brasileira de Desenvolvimento Regional, Blumenau, v. 9, n. 3, p. 89-116, out. 2021. ISSN 2317-5443. Disponível em: <https://proxy.furb.br/ojs/index.php/rbdr/article/view/9092>. Acesso em: 22 maio 2022. doi: http://dx.doi.org/10.7867/2317-5443.2021v9n3p89-116.
Seção
Artigos

Palavras-chave

Gestão pública; participação; Rio Grande do Sul; Tarso Genro; tecnologia da informação e comunicação.