Convergência setorial na fronteira Sul do Brasil

Resumo

Esse artigo analisa a economia regional dos municípios que compõem o Arco Sul da faixa de fronteira brasileira e sua tendência à convergência setorial. Para se realizar a análise foi utilizada a metodologia das médias de variação com o intuito de se verificar o alinhamento dos setores econômicos em termos de dinâmica econômica, utilizando como parâmetro a geração de Valor Adicionado Bruto por mão-de-obra ocupada na agropecuária, indústria e atividades terciárias. O estudo realizado comparou as respectivas tendências nos anos de 2005 e 2015. Os resultados colhidos apontaram uma maior convergência no setor terciário. Já o setor que revelou ser menos convergente foi a agropecuária. Isso parece demonstrar o impacto tanto das condições geográficas quanto de absorção de tecnologia na geração de valor por força de trabalho.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
Jul 28, 2021
Como citar
FERRERA DE LIMA, Jandir; SOARES BIDARRA, Bernardo. Convergência setorial na fronteira Sul do Brasil. Revista Brasileira de Desenvolvimento Regional, Blumenau, v. 9, n. 2, p. 211-226, jul. 2021. ISSN 2317-5443. Disponível em: <https://proxy.furb.br/ojs/index.php/rbdr/article/view/8905>. Acesso em: 02 out. 2022. doi: http://dx.doi.org/10.7867/2317-5443.2021v9n2p211-226.
Seção
Artigos

Palavras-chave

Convergência setorial; crescimento econômico; desenvolvimento fronteiriço; economia regional; Região Sul.