Propriedade intelectual, inovação e crescimento econômico: uma análise estatística nas microrregiões do Sul de Minas Gerais

Resumo

Este artigo analisa a relação entre a propriedade intelectual (com base nas patentes de invenção PI, nos modelos de utilidade MU, no desenho industrial DI e nas marcas M) e o crescimento econômico refletido no PIB das microrregiões do Sul de Minas Gerais. Com essa abordagem se busca entender as relações entre inovação e crescimento econômico e verificar se tais relações podem divergir ou não entre microrregiões diferentes. Para atingir tais propósitos foi realizada uma pesquisa bibliográfica sobre o tema, bem como uma pesquisa quantitativa por meio de dados extraídos de fontes oficiais governamentais, tendo como indicadores pesquisados os depósitos de propriedade intelectual no INPI e o PIB entre 2002 e 2017. Para interpretações e conclusões foram realizadas análises descritivas e inferenciais sobre tais dados e indicadores, desde cruzamentos a regressões multivariadas. O resultado da pesquisa tanto mostrou uma forte relação entre a propriedade intelectual e o crescimento econômico quanto apontou discrepâncias entre as regiões estudadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
Jul 28, 2021
Como citar
AUGUSTO DIONÍSIO VIVALDI, Guilherme; DOS SANTOS PORTUGAL JÚNIOR, Pedro; CAMARINI, Gladis. Propriedade intelectual, inovação e crescimento econômico: uma análise estatística nas microrregiões do Sul de Minas Gerais. Revista Brasileira de Desenvolvimento Regional, Blumenau, v. 9, n. 2, p. 85-106, jul. 2021. ISSN 2317-5443. Disponível em: <https://proxy.furb.br/ojs/index.php/rbdr/article/view/8858>. Acesso em: 02 out. 2022. doi: http://dx.doi.org/10.7867/2317-5443.2021v9n2p85-106.
Seção
Artigos

Palavras-chave

Crescimento econômico; inovação; Minas Gerais; propriedade intelectual.