Operacionalização do PNAE e perfil dos agricultores familiares em Cachoeira do Sul-RS

  • Chaiane Leal Agne Universidade Estadual do Rio Grande do Sul - UERGS Unidade Cachoeira do Sul Campus Regional V
  • Fernanda Refosco Porto Universidade Estadual do Rio Grande do Sul - UERGS

Resumo

A alteração no Programa Nacional de Alimentação Escolar, referente à Lei N. 11.947/2009, estabeleceu aos municípios a obrigatoriedade de utilizar 30% dos recursos do FNDE para adquirirem alimentos da agricultura familiar. Apesar dos avanços, investigações podem descrever as mudanças ocorridas na agricultura familiar, especialmente no que diz respeito às suas características sociais e econômicas. A pesquisa que resultou neste artigo teve como objetivo diagnosticar o perfil socioeconômico da agricultura familiar participante do PNAE, em 2018, no município gaúcho de Cachoeira do Sul. Foram realizadas entrevistas junto a 17 famílias com o auxílio de um formulário semiestruturado, composto por variáveis sociais e econômicas. Os depoimentos foram categorizados e complementados com uso da Escala Likert. As famílias participantes têm como principais fontes de renda a agricultura e a agroindústria. O planejamento da produção é feito a partir do cronograma dos contratos e das chamadas públicas. Concluiu-se que o programa resulta em profissionalização e diversificação das fontes de renda para as famílias participantes.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
Out 23, 2020
Como citar
AGNE, Chaiane Leal; PORTO, Fernanda Refosco. Operacionalização do PNAE e perfil dos agricultores familiares em Cachoeira do Sul-RS. Revista Brasileira de Desenvolvimento Regional, Blumenau, v. 8, n. 3, p. 149-170, out. 2020. ISSN 2317-5443. Disponível em: <https://proxy.furb.br/ojs/index.php/rbdr/article/view/8796>. Acesso em: 02 fev. 2023. doi: http://dx.doi.org/10.7867/2317-5443.2020v8n3p149-170.
Seção
Artigos

Palavras-chave

Agricultura familiar; Cachoeira do Sul; Programa Nacional de Alimentação Escolar; segurança alimentar e nutricional.