Cidades médias, fluxos pendulares e dinâmica territorial na Região dos Vales-RS

  • Rogério Leandro Lima da Silveira Professor do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional e do Departamento de História e Geografia, da Universidade de Santa Cruz do Sul-UNISC Rio Grande do Sul-Brasil http://orcid.org/0000-0003-1003-9470
  • Grazielle Betina Brandt Professora do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional e do Departamento de Comunicação Social, da Universidade de Santa Cruz do Sul-UNISC Rio Grande do Sul-Brasil
  • Carolina Rezende Faccin Mestranda em Planejamento Urbano e Regional na Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Nicolas Billig de Giacometti Estudante de Arquitetura e Urbanismo na Universidade de Santa Cruz do Sul.
  • Débora Frantz Krug Estudante de Arquitetura e Urbanismo na Universidade de Santa Cruz do Sul.

Resumo

Aborda-se neste artigo a centralidade das cidades médias e seu papel na orientação e dinâmica dos fluxos pendulares no território, na escala regional. A partir de estudo exploratório na região dos Vales, no estado do Rio Grande do Sul, com o uso de microdados do IBGE sobre deslocamento pendular para trabalho, analisa-se a existência de áreas urbanas funcionais, sua configuração espacial, os principais fluxos e as interações socioespaciais entre as cidades da região. Observa-se a constituição das áreas urbanas funcionais de Santa Cruz do Sul e de Lajeado, evidenciando incipiente e desigual conteúdo policêntrico na região, através da orientação, intensidade e conteúdo dos deslocamentos pendulares para essas duas cidades. Tais fluxos, além de explicitarem a centralidade de ambas as cidades médias no território regional, também revelam o conteúdo socioespacial dos deslocamentos pendulares e mostram as características da dinâmica econômica regional.

Publicado
Jan 17, 2020
Como citar
SILVEIRA, Rogério Leandro Lima da et al. Cidades médias, fluxos pendulares e dinâmica territorial na Região dos Vales-RS. Revista Brasileira de Desenvolvimento Regional, Blumenau, v. 7, n. 2, p. 133-168, jan. 2020. ISSN 2317-5443. Disponível em: <https://proxy.furb.br/ojs/index.php/rbdr/article/view/8309>. Acesso em: 23 maio 2022. doi: http://dx.doi.org/10.7867/2317-5443.2019v7n2p133-168.
Seção
Artigos

Palavras-chave

Áreas urbanas funcionais; cidades médias; dinâmica regional; fluxos pendulares; Região dos Vales.