As decisões dos atores sociais e a recuperação da economia de Ipatinga-MG

  • Simone de Souza Secretaria Estadual de Educação de Minas Gerais (SEE MG).

Resumo

O artigo busca apresentar o paradigma nacional-desenvolvimentista – que teve como um de seus traços mais importantes a construção de grandes plantas industriais na reestruturação das economias nacionais – e seu gradativo desmantelamento. Em consequência, as cidades-empresas vinculadas ao projeto nacional-desenvolvimentista entraram em declínio econômico. Diferentes atores locais-regionais passaram a buscar caminhos para que a cidade-região pudesse enfrentar os níveis elevados de desemprego e desigualdade social. A proposta do artigo é discutir estratégias e mobilizações dos atores sociais da cidade de Ipatinga, no estado de Minas Gerais, visando reinventar a economia local através de arranjos institucionais. A metodologia adotada na pesquisa que originou o artigo foi a da abordagem qualitativa, com a técnica de entrevista semiestruturada e a análise do discurso. Os resultados apontam que aspectos como o passado histórico-institucional, a inexistência de uma cultura política e a debilidade organizativa e institucional dos atores sociais interferem, negativamente, nas estratégias de desenvolvimento local.

Publicado
Jan 17, 2020
Como citar
SOUZA, Simone de. As decisões dos atores sociais e a recuperação da economia de Ipatinga-MG. Revista Brasileira de Desenvolvimento Regional, Blumenau, v. 7, n. 2, p. 109-132, jan. 2020. ISSN 2317-5443. Disponível em: <https://proxy.furb.br/ojs/index.php/rbdr/article/view/7971>. Acesso em: 23 maio 2022. doi: http://dx.doi.org/10.7867/2317-5443.2019v7n2p109-132.
Seção
Artigos

Palavras-chave

Atores locais; desenvolvimento local/regional; Estado; Ipatinga; nacional-desenvolvimentismo.