Ativação territorial das agroindústrias rurais familiares na Região do Alto Médio Uruguai

  • Ezequiel Plínio Albarello Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões - Campus Frederico Westphalen / Professor do Curso de Administração. Universidade de Santa Cruz do Sul / Aluno Doutorado
  • Carlos Alberto Junior Universidade de Santa Cruz do Sul /Aluno Doutorado
  • Cidonea Machado Deponti Universidade de Santa Cruz do Sul / Professora permanente do Programa de Pós-graduação em Desenvolvimento Regional
##plugins.pubIds.doi.readerDisplayName## http://dx.doi.org/10.7867/2317-5443.2019v7n3p143-170

Resumo

O artigo busca compreender se e como as agroindústrias familiares do CODEMAU podem tornar-se ativos territoriais, permitindo seu desenvolvimento e da região. Para tanto, realizou-se pesquisa qualitativa e exploratória, baseada em dados disponíveis no “Plano de desenvolvimento: arranjo produtivo local, agroindústria familiar e diversidade no Médio Alto Uruguai”, e pesquisa empírica, baseada na aplicação de um questionário para 66 agroindústrias familiares, distribuídas por 16 municípios pertencentes ao CODEMAU. Concluiu-se, por um lado, que as agroindústrias do CODEMAU, com a formação da ADEMAU, apresentaram estratégias coletivas de ação, aproveitando os recursos genéricos e específicos do território, o que favorece a possibilidade de ativação territorial; por outro lado, que são necessárias políticas públicas adequadas para a revelação dos “recursos escondidos” para a eficácia da ação dos atores no território, sem o que o processo de ativação territorial tende a ser prejudicado.
Publicado
Mar 3, 2020
Como citar
ALBARELLO, Ezequiel Plínio; ALBERTO JUNIOR, Carlos; MACHADO DEPONTI, Cidonea. Ativação territorial das agroindústrias rurais familiares na Região do Alto Médio Uruguai. Revista Brasileira de Desenvolvimento Regional, Blumenau, v. 7, n. 3, p. 143-170, mar. 2020. ISSN 2317-5443. Disponível em: <https://proxy.furb.br/ojs/index.php/rbdr/article/view/6821>. Acesso em: 04 dez. 2021. doi: http://dx.doi.org/10.7867/2317-5443.2019v7n3p143-170.
Seção
Artigos

Palavras-chave

Agroindústria rural familiar; CODEMAU; desenvolvimento regional; Rio Grande do Sul; território.