A dimensão regional da política de educação em saúde no Rio Grande do Sul

  • Maria Raquel Pilar Steyer Universidade Santa Cruz do Sul
  • Marco andré Cadoná Universidade Santa Cruz do Sul
  • Leni Dias Weigelt Universidade Santa Cruz do Sul
##plugins.pubIds.doi.readerDisplayName## http://dx.doi.org/10.7867/2317-5443.2017v5n3p139-162

Resumo

O presente artigo analisa o processo de regionalização da Comissão de Integração Ensino-Serviço (CIES) na construção de uma política regional pela qual militantes da educação em saúde têm se mobilizado. A mobilização busca não apenas dar visibilidade à política de educação permanente em saúde, mas também garantir o comprometimento do poder público na implementação dessas políticas em âmbito regional. Quanto aos procedimentos metodológicos, eles se basearam na análise de documentos relacionados às legislações vinculadas à política de educação permanente em saúde e à estruturação da CIES, bem como de documentação relativa às atividades da CIES na Região 28 de Saúde, no Rio Grande do Sul, no período entre 2007 e 2014. Como resultado, verificou-se que, a partir da experiência histórica da CIES na referida região, os participantes comprometidos com esse campo de políticas públicas puderam se colocar em um importante espaço de execução de políticas regionais de educação permanente em saúde, potencializando-o enquanto espaço político e de militância na construção de políticas públicas.
Publicado
Ago 13, 2018
##submission.howToCite##
STEYER, Maria Raquel Pilar; CADONÁ, Marco andré; WEIGELT, Leni Dias. A dimensão regional da política de educação em saúde no Rio Grande do Sul. Revista Brasileira de Desenvolvimento Regional, Blumenau, v. 5, n. 3, p. 139-162, ago. 2018. ISSN 2317-5443. Disponível em: <https://proxy.furb.br/ojs/index.php/rbdr/article/view/6018>. Acesso em: 26 out. 2021. doi: http://dx.doi.org/10.7867/2317-5443.2017v5n3p139-162.
Seção
Artigos

Palavras-chave

Dimensão regional; educação em saúde; políticas públicas; Rio Grande do Sul.