Desenvolvimento e acidentes de trabalho no meio rural de Santa Catarina

Resumo

O objetivo deste estudo foi calcular a correlação entre o grau de desenvolvimento rural e o número de acidentes em trabalho rural nas microrregiões de Chapecó, Concórdia e Xanxerê, no estado de Santa Catarina, no período de 2008 a 2013. Trata-se de um estudo exploratório, com abordagem quantitativa, e natureza aplicada. Para cada município, por meio da análise fatorial, elaborou-se o grau de desenvolvimento rural e, através da média aritmética simples, foi calculada a média de acidentes rurais. Com os dados dessas duas variáveis, por meio do coeficiente linear de Pearson, calculou-se a correlação. O coeficiente de Pearson foi de 0,286, podendo inferir-se que há correlação positiva baixa. Entende-se que a ocorrência de acidentes de trabalho influencia negativamente o desenvolvimento, havendo a necessidade de melhorar as condições de trabalho no meio rural.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
Mai 24, 2018
Como citar
BEGNINI, Sergio; ALMEIDA, Lirane Eliza Defante Ferreto. Desenvolvimento e acidentes de trabalho no meio rural de Santa Catarina. Revista Brasileira de Desenvolvimento Regional, Blumenau, v. 5, n. 2, p. 111-136, maio 2018. ISSN 2317-5443. Disponível em: <https://proxy.furb.br/ojs/index.php/rbdr/article/view/5961>. Acesso em: 05 dez. 2022. doi: http://dx.doi.org/10.7867/2317-5443.2017v5n2p111-136.
Seção
Artigos

Palavras-chave

Acidentes de trabalho; correlação; desenvolvimento rural; meio rural; Santa Catarina.