Articulações interinstitucionais na realização de feiras agroecológicas na Microrregião de Campina Grande-PB

  • Ramonildes Alves Gomes Universidade Federal de Campina Grande, Universidade Estadual da Paraíba
  • Thiago Lima Matias Mestrando do Programa de Desenvolvimento Regional da Universidade Estadual da Paraíba (PGDR/UEPB). E-mail: geouepb@yahoo.com.br.
  • Jonatta Sousa Paulino Doutorando no Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da Universidade Federal de Campina Grande (PPGCS/UFCG). E-mail: jonatta.15@bol.com.br.
##plugins.pubIds.doi.readerDisplayName## http://dx.doi.org/10.7867/2317-5443.2015v3n1p103-126

Resumo

Dentre as estratégias do Estado para promover a agricultura familiar, a prática da agroecologia abre possibilidades para uma maior dinamização produtiva e econômica, aliando processos naturais a estruturas sociais e valorizando atributos peculiares dos territórios locais. Destacaremos, nesse artigo, a prática da agricultura de base ecológica que vem apresentando uma crescente visibilidade na Microrregião de Campina Grande-PB, onde existem sete feiras agroecológicas. Pretendemos discutir como se articulam agricultores, setores sindicais, ONGs e órgãos públicos para a realização das feiras mencionadas, utilizando como perspectiva de análise a teoria do Ator-Rede (TAR), de Bruno Latour. Para tanto, utilizou-se como técnicas de investigação a observação não participante, pesquisa documental e entrevistas semiestruturadas com os feirantes e as distintas representações que apoiam as feiras. Conclui-se que a heterogeneidade com que as redes se apresentam demonstra diferenças quanto ao apoio efetivo à agricultura familiar e às práticas agroecológicas na área da pesquisa em questão.

Código JEL | O13; Q18; Q58.

Publicado
Nov 30, 2015
Como citar
GOMES, Ramonildes Alves; MATIAS, Thiago Lima; PAULINO, Jonatta Sousa. Articulações interinstitucionais na realização de feiras agroecológicas na Microrregião de Campina Grande-PB. Revista Brasileira de Desenvolvimento Regional, Blumenau, v. 3, n. 1, p. 103-126, nov. 2015. ISSN 2317-5443. Disponível em: <https://proxy.furb.br/ojs/index.php/rbdr/article/view/4882>. Acesso em: 04 dez. 2021. doi: http://dx.doi.org/10.7867/2317-5443.2015v3n1p103-126.
Seção
Artigos

Palavras-chave

Agroecologia; articulações interinstitucionais; Campina Grande; feiras agroecológicas; políticas públicas; teoria ator-rede.