Indústrias culturais e criativas em destinos turísticos: comparando quatro regiões da Europa

  • Ana Rita Cruz Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL), DINÂMIA’CET-IUL, Lisboa, Portugal http://orcid.org/0000-0002-3723-4682
  • Pedro Costa Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL), DINÂMIA’CET-IUL, Lisboa, Portugal
  • João Filipe Marques Faculdade de Economia da Universidade do Algarve, Faro, Portugal

Resumo

Partindo do debate sobre as interligações entre territórios criativos, cultura, turismo e políticas de promoção da criatividade, o artigo analisa as condições que favorecem o desenvolvimento de indústrias culturais e criativas, bem como a atração da classe criativa em destinos turísticos. A análise baseia-se em estudos de caso, procurando fornecer pistas para o desenvolvimento do Algarve (Portugal), comparando-o a outras regiões da Europa, destinos turísticos reconhecidos e que conseguiram criar sinergias entre as atividades culturais e criativas e o turismo. A análise comparativa inclui os casos de Málaga (Espanha), Graz (Áustria) e Cardiff (Reino Unido), dando ênfase ao ambiente criativo e às dimensões relacionadas com infraestruturas, governança, mercados e outros fatores intangíveis. O artigo conclui identificando implicações para as políticas públicas potenciarem a criatividade regional em destinos turísticos.

Código JEL | L83; O15; R11.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
Set 22, 2016
Como citar
CRUZ, Ana Rita; COSTA, Pedro; MARQUES, João Filipe. Indústrias culturais e criativas em destinos turísticos: comparando quatro regiões da Europa. Revista Brasileira de Desenvolvimento Regional, Blumenau, v. 4, n. 1, p. 127-164, set. 2016. ISSN 2317-5443. Disponível em: <https://proxy.furb.br/ojs/index.php/rbdr/article/view/4769>. Acesso em: 27 nov. 2022. doi: http://dx.doi.org/10.7867/2317-5443.2016v4n1p127-164.
Seção
Artigos

Palavras-chave

Classe criativa; estudos de caso; Europa; indústrias culturais e criativas; turismo.