Sustentabilidade e desenvolvimento em uma área de fronteira: uma aplicação do Barômetro da Sustentabilidade no Oeste do Paraná

  • Flavia Hachmann Universidade Estadual do Oeste do Paraná - UNIOESTE
  • Ricardo Rippel Universidade Estadual do Oeste do Paraná
##plugins.pubIds.doi.readerDisplayName## http://dx.doi.org/10.7867/2317-5443.2015v3n1p127-156

Resumo

Em virtude dos efeitos degradantes ao meio ambiente, decorrentes do crescimento econômico e do elevado padrão de consumo, fomentaram-se discussões acerca do Desenvolvimento Sustentável nas últimas décadas pela sociedade, como forma de garantir a qualidade de vida desta e das futuras gerações através da gestão adequada dos recursos naturais. Assim sendo, a pesquisa teve como objetivo geral analisar o Desenvolvimento Sustentável da Mesorregião Oeste do Paraná, em comparação com o restante deste Estado, para os anos de 2000 e 2010, avaliando o Bem-Estar do Sistema Humano e o Bem-Estar do Sistema Ambiental da região, através de um levantamento de dados e a utilização da ferramenta Barômetro da Sustentabilidade. O método de pesquisa utilizado foi o quantitativo-qualitativo, na medida em que foram empregadas técnicas para análise, decomposição, agregação e discussão dos dados. Além disso, em seus aspectos metodológicos, a pesquisa tem característica exploratória e documental. Os resultados demonstraram que a Mesorregião Oeste do Paraná classificou-se, no ano de 2000, como Quase Insustentável, e, em 2010, como Insustentável.

Código JEL | O18; Q01; Q56.

Publicado
Nov 30, 2015
Como citar
HACHMANN, Flavia; RIPPEL, Ricardo. Sustentabilidade e desenvolvimento em uma área de fronteira: uma aplicação do Barômetro da Sustentabilidade no Oeste do Paraná. Revista Brasileira de Desenvolvimento Regional, Blumenau, v. 3, n. 1, p. 127-156, nov. 2015. ISSN 2317-5443. Disponível em: <https://proxy.furb.br/ojs/index.php/rbdr/article/view/4766>. Acesso em: 04 dez. 2021. doi: http://dx.doi.org/10.7867/2317-5443.2015v3n1p127-156.
Seção
Artigos

Palavras-chave

Barômetro da Sustentabilidade; Desenvolvimento sustentável; meio ambiente; Paraná.