As implicações dos sistemas econômicos e de mercado para a sociedade e a natureza

Daiana Aparecida Furlan Ecker, Miguel Angelo Perondi, Nilvânia Aparecida de Mello

Resumo


O artigo apresenta algumas considerações a respeito da implantação do mercado e do sistema autorregulável e as transformações pelas quais a sociedade passou em decorrência da fixação de um sistema econômico baseado na autorregulação. A pesquisa consistiu em um estudo com base em concepções oriundas principalmente de Polanyi (2000) e Leff (2010). Inicialmente, apresentam-se algumas considerações sobre o funcionamento de uma organização social sem a interferência do mercado e, posteriormente, busca-se perceber como se organiza uma sociedade que comporta um sistema de mercado, permitindo entender como foi, a partir do século XIX, o processo de implantação de um sistema autorregulável. Após tais considerações, se apreendem algumas das mudanças ocorridas diante de tais transformações econômicas, as quais se fazem presentes na atualidade, apontando essencialmente as consequências da degradação ambiental provenientes da conexão entre sociedade e natureza impelidas ao acúmulo de capital.

Código JEL | P11; P21; Q58.


Palavras-chave


Autorregulação; mercado; sistemas econômicos; sociedade e natureza; sociologia econômica.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.7867/2317-5443.2014v2n2p005-026


© 2018 Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional
Universidade Regional de Blumenau
https://www.furb.br/rbdr