Classificação multicritério dos portos de contêineres no Brasil

  • Angélica Faria Campanhão Instituto Tecnológico e das Ciências Sociais Aplicadas e da Saúde (ISECENSA)
  • Fernando Leste Nauck Fabiano Filho Instituto Tecnológico e das Ciências Sociais Aplicadas e da Saúde (ISECENSA)
  • Juliana Landim Gomes Siqueira Instituto Tecnológico e das Ciências Sociais Aplicadas e da Saúde (ISECENSA)
  • Rafaela Landim Gomes Siqueira Instituto Tecnológico e das Ciências Sociais Aplicadas e da Saúde (ISECENSA)
  • Henrique Rego Monteiro da Hora Instituto Federal Fluminense
  • Helder Gomes Costa Universidade Federal Fluminense
##plugins.pubIds.doi.readerDisplayName## http://dx.doi.org/10.7867/2317-5443.2014v2n1p073-093

Resumo

O atual cenário dos portos no Brasil é caracterizado por uma intensa competição pela conquista e manutenção de mercados consumidores. Especificamente, essas organizações estão buscando o aperfeiçoamento, não somente dos processos produtivos (bens e serviços), mas também em processos organizacionais e administrativos. Logo, destaca-se a importância, para a economia mundial, de portos eficientes, bem localizados e com capacidade suficiente para atender às necessidades de transporte e manutenção do mercado consumidor. Diante da busca por competitividade, o problema contemplado nesta pesquisa procura responder a questão de como está a situação dos portos brasileiros. O objetivo do trabalho é avaliar criticamente os portos no Brasil a partir de uma análise classificatória multicriterial. Foi utilizado o método ELECTRE TRI que se apóia em um sistema de preferência com subordinação. Para performance do estudo foram executadas as seguintes atividades: levantamento dos portos de contêineres brasileiros e de indicadores, identificação e seleção dos principais indicadores de infraestrutura e desempenho, atribuição de peso aos critérios e construção das matrizes do modelo. Através da análise dos dados constatou-se que a situação dos portos é heterogênea, com alguns portos apresentando bom desempenho geral e muitos com desempenho regular e ruim.

Código JEL | C30; 018; R48.

Publicado
Mar 20, 2014
Como citar
CAMPANHÃO, Angélica Faria et al. Classificação multicritério dos portos de contêineres no Brasil. Revista Brasileira de Desenvolvimento Regional, Blumenau, v. 2, n. 1, p. 073-093, mar. 2014. ISSN 2317-5443. Disponível em: <https://proxy.furb.br/ojs/index.php/rbdr/article/view/4073>. Acesso em: 03 dez. 2021. doi: http://dx.doi.org/10.7867/2317-5443.2014v2n1p073-093.
Seção
Artigos

Palavras-chave

Brasil; classificação de portos; ELECTRE TRI; portos de contêineres.