DANÇAR NA ESCOLA EM TEMPO PANDÊMICO: O QUE DIZEM E SENTEM OS ADOLESCENTES

  • Roberta Prado Guimarães Fundação Universidade Regional de Blumenau
  • Carla Carvalho Fundação Universidade Regional de Blumenau - FURB
##plugins.pubIds.doi.readerDisplayName## http://dx.doi.org/10.7867/2236-6644.2021v26n1p100-116

Resumo

Esta pesquisa tem como tema um processo de criação em dança na escola. O objetivo geral é compreender um processo de criação em dança na escola em tempo de pandemia. É uma pesquisa de abordagem qualitativa, numa perspectiva A/r/tográfica. Por se tratar de um processo artístico de criação na escola, insere-se em uma Pesquisa Educacional Baseada em Arte (PEBA). A proposição da pesquisa é desenvolver uma proposta criativa a partir dos conteúdos específicos da dança na relação com dimensões da educação numa perspectiva crítica diante do tempo em que vivemos. Para geração de dados foram realizados: a) questionário no Google Forms para identificar o perfil dos estudantes envolvidos na pesquisa; b) diário de bordo: para analisar registros dos estudantes e da professora sobre o processo criativo; c) vídeos e fotografias: gerados no processo para identificar aspectos relevantes no processo de criar em dança. Os resultados indicam questões percebidas pelos adolescentes em processo de criação em dança no tempo pandêmico bem como a compreensão dos conteúdos na área da dança.

Publicado
Jul 22, 2021
Como citar
GUIMARÃES, Roberta Prado; CARVALHO, Carla. DANÇAR NA ESCOLA EM TEMPO PANDÊMICO: O QUE DIZEM E SENTEM OS ADOLESCENTES. O Teatro Transcende, [S.l.], v. 26, n. 1, p. 100-116, jul. 2021. ISSN 2236-6644. Disponível em: <https://proxy.furb.br/ojs/index.php/oteatrotranscende/article/view/10222>. Acesso em: 03 dez. 2021. doi: http://dx.doi.org/10.7867/2236-6644.2021v26n1p100-116.