GUILLAUME APOLLINAIRE E OS SALÕES DE ARTE NA PARIS DO INÍCIO DO SÉCULO XX

Resumo

Neste artigo trato de textos que Apollinaire escreveu sobre os Salões de arte parisienses do início do século XX. Procuro evidenciar as posições críticas do autor bem como suas preferências no que se refere à arte praticada na época, período em que enfatizava a defesa da "jeune peinture" francesa, que ele procura opor ao que designa de "peinture démocratique", que era a pintura exibida nos Salões oficiais. Nesses textos, os primeiros que Apollinaire escreve sobre os salões de arte de Paris, é possível entever o delineamento do que se converterá na marca da crítica de arte do autor: a defesa da pintura de vanguarda.

Publicado
Dez 20, 2021
Como citar
AUGUSTO BARBOSA FOGAGNOLI, Conrado. GUILLAUME APOLLINAIRE E OS SALÕES DE ARTE NA PARIS DO INÍCIO DO SÉCULO XX. Linguagens - Revista de Letras, Artes e Comunicação, [S.l.], v. 15, n. 3, p. 095-112, dez. 2021. ISSN 1981-9943. Disponível em: <https://proxy.furb.br/ojs/index.php/linguagens/article/view/9873>. Acesso em: 23 maio 2022. doi: http://dx.doi.org/10.7867/1981-9943.2021v15n3p095-112.
Seção
Artigos

Palavras-chave

Guillaume Apollinaire; Salões de Arte; Crítica de Arte.