DE ADJUVANTE A PROTAGONISTA: A CONSTRUÇÃO DA IMAGEM DO NEGRO NA PUBLICIDADE BRASILEIRA

##plugins.pubIds.doi.readerDisplayName## http://dx.doi.org/10.7867/1981-9943.2020v14n3p267-284

Resumo

A formação social brasileira é resultado de um modelo que se constitui pela mistura de etnias que fizeram do Brasil um mosaico de diversidades, portador de riquezas multivariadas. Embora tenha sido constituído de forma pluralizada, isso não evitou a discriminação. Dentro dessa temática, este artigo objetiva analisar a imagem do corpo negro em peças publicitárias brasileiras que circularam no período de 1995 a 2016, no intuito de observar a correlação do discurso presente com os indícios que remetem à subjetivação do negro num patamar inferior ao do branco. À luz da teoria da Análise do Discurso, buscamos observar a construção da imagem do negro nas práticas discursivas ao longo da história. Os resultados demonstram a presença desses indícios do negro inferiorizado, reatualizado no discurso da publicidade, mas, a partir das políticas afirmativas, observamos uma tentativa de mutações na construção desses discursos e a busca de uma representatividade do negro na publicidade contemporânea.

Publicado
Dez 17, 2020
##submission.howToCite##
CARMONA GARCIA MANZANO, Luciana; D'LEON DE ALMEIDA, Isaac. DE ADJUVANTE A PROTAGONISTA: A CONSTRUÇÃO DA IMAGEM DO NEGRO NA PUBLICIDADE BRASILEIRA. Linguagens - Revista de Letras, Artes e Comunicação, [S.l.], v. 14, n. 3, p. 267-284, dez. 2020. ISSN 1981-9943. Disponível em: <https://proxy.furb.br/ojs/index.php/linguagens/article/view/7839>. Acesso em: 16 out. 2021. doi: http://dx.doi.org/10.7867/1981-9943.2020v14n3p267-284.
Seção
Artigos

Palavras-chave

Análise do Discurso. Discurso publicitário. Corpo negro.