A (DES)CONSTRUÇÃO DA IDEOLOGIA NO FILME BELEZA AMERICANA

Luciana Debatin, Osmar de Souza

Resumo


Neste estudo, objetivamos analisar os efeitos produzidos pelas formações ideológicos que constituem o discurso das personagens do filme Beleza Americana sob a ótica da Análise de Discurso de Linha Francesa e à luz de conceitos de ideologia formulados por Althusser (1985); Pêcheux (1988) e Zizek (2010). Poderíamos inferir que, além dos efeitos de resistência, naturalização e legitimação produzidos no espectador, a multiplicidade ideológica do filme surpreende na medida em que se consubstancia numa espécie personagem coadjuvante coletiva, que desencadeia o conflito central da trama ao contrapor-se a tentativa de (des)construção ideológica da personagem principal, Lester Burnham.


Palavras-chave


Beleza Americana. Ideologia. Análise do Discurso.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.7867/1981-9943.2014v8n1p02-27

Classificação de Produção Intelectual CAPES:

Qualis B 1

 

Digital object identifier (DOI):

Disponível ao clicar no título do artigo relacionado no sumário.