O UNIVERSO PLURAL E MULTIFACÉTICO DA TECNOLOGIA NA PEÇA O HOMEM E O CAVALO DE OSWALD DE ANDRADE

  • Angela Matia Fanine Rubel utfpr
  • Aline Prado Maciel UTFPR

Resumo

Este artigo analisa as construções discursivas do universo da tecnologia na peça O homem e o cavalo de Oswald de Andrade (1890-1954), demonstrando que essas representações ocorrem a partir de uma perspectiva carnavalizada em que a tecnologia é percebida de modo plural, multifacetada e carnavalizada, sendo formalizada em suas contradições entre o velho e o novo, o bem e o mal, o determinado e o neutro, servindo tanto ao Socialismo de Estado stalinista quanto à sociedade burguesa ocidental.

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
Abr 18, 2014
Como citar
FANINE RUBEL, Angela Matia; MACIEL, Aline Prado. O UNIVERSO PLURAL E MULTIFACÉTICO DA TECNOLOGIA NA PEÇA O HOMEM E O CAVALO DE OSWALD DE ANDRADE. Linguagens - Revista de Letras, Artes e Comunicação, [S.l.], v. 7, n. 3, p. 291-310, abr. 2014. ISSN 1981-9943. Disponível em: <https://proxy.furb.br/ojs/index.php/linguagens/article/view/4104>. Acesso em: 02 out. 2022. doi: http://dx.doi.org/10.7867/1981-9943.2013v7n3p291-310.
Seção
Artigos

Palavras-chave

Teatro brasileiro; Construções literárias discursivas; Universo da Tecnologia; Carnavalização; Oswald de Andrade.