NÓS, OS SETE BILHÕES, E A ARTE SOB UM OLHAR ECOSÓFICO.

  • Giovana Bianca Darolt Hillesheim Mestra em Artes Visuais pela UDESC Professora da licenciatura em Artes Visuais da UNIDAVI

Resumo

O artigo traz uma reflexão acerca do papel da arte no século XXI no momento em que a população mundial chega aos sete bilhões de pessoas. Partindo de um ponto-de-vista ecológico busca mapear as confluências na mudança de paradigma ocorrida na física e na arte mostrando uma concepção sistêmica de mundo. No intuito de dar consistência e apontar indícios do novo paradigma, descreve a estética relacional como arte de vanguarda alinhada com o pensamento em rede, colaborativo e interdependente apontado pelo físico Fritjof Capra e pelo filósofo Félix Guattari como comportamentos imprescindíveis para a sustentabilidade do planeta.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
Abr 18, 2014
Como citar
DAROLT HILLESHEIM, Giovana Bianca. NÓS, OS SETE BILHÕES, E A ARTE SOB UM OLHAR ECOSÓFICO.. Linguagens - Revista de Letras, Artes e Comunicação, [S.l.], v. 7, n. 3, p. 218-228, abr. 2014. ISSN 1981-9943. Disponível em: <https://proxy.furb.br/ojs/index.php/linguagens/article/view/3963>. Acesso em: 02 out. 2022. doi: http://dx.doi.org/10.7867/1981-9943.2013v7n3p218-228.
Seção
Artigos

Palavras-chave

Arte; Estética Relacional; Visão Sistêmica; Ecosofia; Sustentabilidade