A ASCENÇÃO DO NEGRO NA AMÉRICA E AS METÁFORAS DE ARIEL, CALIBÃ E EXU: DE MALCOM X A BARACK OBAMA

  • Paraguassu Fátima Rocha Uniandrade
  • Cristiane Leamari Castro UNIADRADE
  • Hayat Boulos Machado UNIANDRADE

Resumo

O processo de escravização do negro na América permaneceu ativo por aproximadamente 250 anos e, apesar dos movimentos articulados em favor da liberdade dos escravos, o afro-americano continuou quase invisível na sociedade americana até Barack Obama conquistar a presidência dos Estados Unidos. O novo líder negro deve dar continuidade às lutas iniciadas por Malcolm X e Martin Luther King Jr. pelos direitos civis de um povo segregado e humilhado durante muito tempo. Tentando compreender o perfil destes homens, que se empenharam em projetar do negro no cenário social e político da América, este estudo busca nas metáforas literárias de Ariel, Calibã e Exu a resposta para as questões do assimilacionismo propostas por Munanga (1986), que sugere uma aproximação cultural entre negros e brancos; do nacionalismo defendido por Tyson (2001), que descreve a posição de isolamento do negro diante do outro e a resistência aos interesses do opressor; e o catalismo, também descrito por Tyson (2003), que propõe a reaproximação de culturas através de intermediações que levem negros e brancos a reformularem suas estratégias de convivência, a fim de garantir a preservação da identidade.

Palavras-chave: Negro. Metáforas literárias. Malcolm X. Martin Luther King. Barack Obama

 

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
Out 5, 2009
Como citar
ROCHA, Paraguassu Fátima; CASTRO, Cristiane Leamari; MACHADO, Hayat Boulos. A ASCENÇÃO DO NEGRO NA AMÉRICA E AS METÁFORAS DE ARIEL, CALIBÃ E EXU: DE MALCOM X A BARACK OBAMA. Linguagens - Revista de Letras, Artes e Comunicação, [S.l.], v. 2, n. 3, p. 353-368, out. 2009. ISSN 1981-9943. Disponível em: <https://proxy.furb.br/ojs/index.php/linguagens/article/view/1283>. Acesso em: 02 out. 2022. doi: http://dx.doi.org/10.7867/1981-9943.2008v2n3p353-368.
Seção
Artigos

Palavras-chave

Letras