CRÔNICAS DE VIAGENS E A REPRESENTAÇÃO DA CIDADE DE NATAL NA OBRA O TURISTA APRENDIZ DE MÁRIO DE ANDRADE

  • Cristiano Mello de Oliveira UFPR

Resumo

O presente ensaio busca acrescentar novas interpretações e refletir acerca da representação da cidade de Natal, descrita pelo escritor Mário de Andrade. Ao abordar, através de recortes textuais, reflexões sobre a imagem da cidade, surgem duas questões cruciais que limitarão este trabalho: uma de fundamento teórico e outra de fundamento histórico. Durante tal empreitada, também objetiva-se articular as formas de interação do escritor com a própria cidade. Para tanto, analisou-se trechos considerados de maior significância.

Palavras chave: Representação. Cidade. Viagens. Mário de Andrade. Cidade de Natal.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
Out 5, 2009
Como citar
OLIVEIRA, Cristiano Mello de. CRÔNICAS DE VIAGENS E A REPRESENTAÇÃO DA CIDADE DE NATAL NA OBRA O TURISTA APRENDIZ DE MÁRIO DE ANDRADE. Linguagens - Revista de Letras, Artes e Comunicação, [S.l.], v. 2, n. 3, p. 327-345, out. 2009. ISSN 1981-9943. Disponível em: <https://proxy.furb.br/ojs/index.php/linguagens/article/view/1282>. Acesso em: 02 out. 2022. doi: http://dx.doi.org/10.7867/1981-9943.2008v2n3p327-345.
Seção
Artigos

Palavras-chave

Representação, cidade, viagens, Mário de Andrade, cidade de Natal