MODERNIDADE JURÍDICA: DO DIREITO NATURAL AOS DIREITOS HUMANOS E FUNDAMENTAIS

  • Milena Petters Melo FURB

Resumo

O que se convencionou chamar modernidade traz em seu bojo algumas das maiores contradições da história da humanidade. Com o objetivo de oferecer subsídios teóricos para a reflexão sobre este tema, este artigo focaliza o nascimento dos direitos humanos neste contexto. Com inspiração no pensamento de Alessandro Baratta, especialmente nas suas lições sobre a modernidade, como afirmação de uma nova subjetividade, e sobre a dinâmica entre necessidades, capacidades, direitos e desenvolvimento humano, privilegia a abordagem no âmbito da filosofia e teoria do direito, com aportes na teoria da constituição.

Publicado
Dez 28, 2014
Como citar
MELO, Milena Petters. MODERNIDADE JURÍDICA: DO DIREITO NATURAL AOS DIREITOS HUMANOS E FUNDAMENTAIS. Revista Jurídica (FURB), [S.l.], v. 18, n. 37, p. 21-36, dez. 2014. ISSN 1982-4858. Disponível em: <https://proxy.furb.br/ojs/index.php/juridica/article/view/4620>. Acesso em: 03 dez. 2021.
Seção
Artigos

Palavras-chave

Modernidade; Direitos Humanos; Direito Natural; Direitos Fundamentais; Necessidades.