AVALIAÇÃO NAS FEIRAS DE MATEMÁTICA COMO PROCESSO DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES / EVALUATION IN MATHEMATICS FAIRS AS A PROCESS OF TEACHER FORMATION

##plugins.pubIds.doi.readerDisplayName## http://dx.doi.org/10.7867/1982-4866.2019v25n2p18-38

Resumo

Buscamos investigar as influências que o processo de avaliação das Feiras Catarinenses de Matemática (FM) exerce sobre a formação do docente orientador/avaliador, bem como a concepção de avaliação nas FM desses professores. Conduzimos a experiência com base nos preceitos da pesquisa qualitativa. A coleta de informações ocorreu por meio de análise documental e realização de questionário com 31 professores orientadores/avaliadores das FM. Para análise dos dados consideramos a Análise Textual Discursiva. Os resultados categorizados em tecnicista e crítico/reflexiva evidenciam que a maior parte dos orientadores/avaliadores apresentam uma epistemologia crítica em relação à avaliação e entendem o processo avaliativo nas FM como formativo e colaborativo e que provoca mudanças na prática pedagógica.

Publicado
Out 22, 2019
Como citar
DE OLIVEIRA, Fátima Peres Zago; CIVIERO, Paula Andrea Grawieski; GUERRA, Lucas Leite. AVALIAÇÃO NAS FEIRAS DE MATEMÁTICA COMO PROCESSO DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES / EVALUATION IN MATHEMATICS FAIRS AS A PROCESS OF TEACHER FORMATION. Revista Dynamis, [S.l.], v. 25, n. 2, p. 18-38, out. 2019. ISSN 1982-4866. Disponível em: <https://proxy.furb.br/ojs/index.php/dynamis/article/view/7922>. Acesso em: 03 dez. 2021. doi: http://dx.doi.org/10.7867/1982-4866.2019v25n2p18-38.
Seção
Artigos

Palavras-chave

Avaliação; Processo de Ensino e Aprendizagem; Feira Catarinense de Matemática; Formação de professores.