O CLUBE DE CIÊNCIAS E O RENDIMENTO ESCOLAR: PODEMOS APROXIMAR? / THE SCIENCE CLUB AND ACADEMIC PERFORMANCE: CAN WE APPROACH THEM?

##plugins.pubIds.doi.readerDisplayName## http://dx.doi.org/10.7867/1982-4866.2019v25n2p115-136

Resumo

Os clubes de ciências surgiram objetivando introduzir o método científico e práticas laboratoriais no ensino de ciências. Ao longo do tempo esta concepção foi redirecionada para valorização da construção do conhecimento, da formação do cidadão e do processo de aprendizagem podendo interferir no rendimento escolar. Considerando estas perspectivas criamos um clube de ciências em uma escola pública no Rio de Janeiro e durante um ano acompanhamos o rendimento escolar dos clubistas. Os dados foram tratados estatisticamente e indicaram que as médias dos clubistas são numericamente maiores em todas as disciplinas e estatisticamente superiores às medias dos não clubistas. Nossos resultados sugerem haver uma relação estreita entre o rendimento escolar e a participação em projetos, como um clube de ciências, pois utilizam estratégias distintas daquelas utilizadas pelo ensino formal, como a valorização da criatividade, autonomia, criticidade, experiências e conhecimentos prévios, distantes da rigidez da sala de aula e do currículo.

Publicado
Out 22, 2019
Como citar
SILVA, Patrícia do Socorro de Campos da; SANTOS, Sonia Barbosa dos; RÔÇAS, Giselle. O CLUBE DE CIÊNCIAS E O RENDIMENTO ESCOLAR: PODEMOS APROXIMAR? / THE SCIENCE CLUB AND ACADEMIC PERFORMANCE: CAN WE APPROACH THEM?. Revista Dynamis, [S.l.], v. 25, n. 2, p. 115-136, out. 2019. ISSN 1982-4866. Disponível em: <https://proxy.furb.br/ojs/index.php/dynamis/article/view/7900>. Acesso em: 03 dez. 2021. doi: http://dx.doi.org/10.7867/1982-4866.2019v25n2p115-136.
Seção
Artigos

Palavras-chave

Clube de ciências; Rendimento escolar; Escola pública.