A ANÁLISE DA FALA DE UMA ESTUDANTE PARALISADA CEREBRAL E SUA PERSPECTIVA SOBRE A APRENDIZAGEM EM MATEMÁTICA / THE ANALYSIS OF THE SPEECH OF A PARALYZED CEREBRAL STUDENT AND ITS PERSPECTIVE ON MATHEMATICAL LEARNING

  • Dilson Ferreira Ribeiro PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO GRANDE DO SUL
  • Isabel Cristina Machado de Lara PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO GRANDE DO SUL
##plugins.pubIds.doi.readerDisplayName## http://dx.doi.org/10.7867/1982-4866.2019v25n1p129-145

Resumo

As práticas que levam em consideração limitações e habilidades de todos deve estar presente no dia a dia dos professores. O objetivo é entender como uma estudante paralisada cerebral aprendia Matemática em sua Educação Básica. Como referencial destacam-se: Imbernón (2016) na formação de professores; Mantoan (2008) sobre a Escola Inclusiva; Hoffmann (2012) na referência sobre as habilidades de um paralisado cerebral e Perrenoud (1999) sobre avaliação. Como procedimento metodológico, foi aplicada uma entrevista semi-estruturada que, por meio da Análise Textual Discursiva (ATD) de Moraes e Galiazzi (2014) serviu como método de análise o qual permitiu emergir categorias as permitiram afirmar o quanto um estudante paralisado cerebral é um estudante com condições de receber as mesmas propostas que os demais colegas, permitindo refletir o quanto a escola pode propiciar momentos em que todos aprendam com as experiências dos outros.

Publicado
Mai 29, 2019
##submission.howToCite##
RIBEIRO, Dilson Ferreira; LARA, Isabel Cristina Machado de. A ANÁLISE DA FALA DE UMA ESTUDANTE PARALISADA CEREBRAL E SUA PERSPECTIVA SOBRE A APRENDIZAGEM EM MATEMÁTICA / THE ANALYSIS OF THE SPEECH OF A PARALYZED CEREBRAL STUDENT AND ITS PERSPECTIVE ON MATHEMATICAL LEARNING. Revista Dynamis, [S.l.], v. 25, n. 1, p. 129-145, maio 2019. ISSN 1982-4866. Disponível em: <https://proxy.furb.br/ojs/index.php/dynamis/article/view/7710>. Acesso em: 26 out. 2021. doi: http://dx.doi.org/10.7867/1982-4866.2019v25n1p129-145.
Seção
Artigos

Palavras-chave

Ensino de Matemática; Paralisia Cerebral. Inclusão