A Física como estruturante do conhecimento técnico sob a ótica dos estudantes

  • Edio da Costa Junior Instituto Federal de Minas Gerais - Campus Ouro Preto
##plugins.pubIds.doi.readerDisplayName## http://dx.doi.org/10.7867/1982-4866.2017v23n1p%25p

Resumo

Com o intuito de ampliar o debate sobre a interdisciplinaridade entre as componentes curriculares conhecidas como propedêuticas e técnicas, este trabalho foca a percepção do estudante. Os discentes são sujeitos essenciais na composição institucional e, em última análise, razão para existência das instituições de ensino. Dentre os diversos aspectos que compõem as interações entre a educação científica e a educação profissional, o objetivo do artigo é apresentar e discutir resultados de pesquisa sobre a percepção dos estudantes acerca das relações dos conteúdos da componente curricular Física na composição dos cursos profissionalizantes. Para tanto, foi criado, validado e aplicado um questionário para coleta de dados e posterior análise quantitativa; o método adotado foi a estatística descritiva. A amostra é constituída por 249 estudantes do segundo e terceiro anos de cursos técnicos integrados ao Ensino Médio do IFMG, Campus Ouro Preto (IFMG-OP).
Publicado
Mai 24, 2018
##submission.howToCite##
DA COSTA JUNIOR, Edio. A Física como estruturante do conhecimento técnico sob a ótica dos estudantes. Revista Dynamis, [S.l.], v. 23, n. 1, maio 2018. ISSN 1982-4866. Disponível em: <https://proxy.furb.br/ojs/index.php/dynamis/article/view/6917>. Acesso em: 26 out. 2021. doi: http://dx.doi.org/10.7867/1982-4866.2017v23n1p%p.

Palavras-chave

interdisciplinaridade; educação profissional e tecnológica; percepção dos estudantes; pesquisa quantitativa