MODELAGEM MATEMÁTICA E FORMAÇÃO DE PROFESSORES: UMA ANÁLISE DE ARTIGOS A PARTIR DOS CRITÉRIOS DE CONFIABILIDADE

##plugins.pubIds.doi.readerDisplayName## http://dx.doi.org/10.7867/1982-4866.2015v21n2p69-90

Resumo

A preocupação com o rigor e a confiabilidade das pesquisas qualitativas têm se evidenciado no âmbito Educacional. Esse cenário favorece iniciativas como a metapesquisa que ora apresentamos, cuja intenção é responder: O que se revela sobre a confiabilidade em artigos de pesquisa sobre a Modelagem Matemática e formação de professores a partir dos artigos disponíveis no banco de dados do Google Acadêmico? Esta é uma pesquisa qualitativa que emergiu de comparações entre o texto "Os critérios de cientificidade dos métodos qualitativos" Laperrière (2010) e textos sobre Modelagem Matemática e Formação de Professores, levantados entre os artigos do banco de dados do Google Acadêmico. Esses dados foram analisados e categorizados com o auxílio do software Atlas.ti. Os resultados revelaram que embora os Critérios de Confiabilidade de Laperrière (2010) se apliquem inicialmente às pesquisas de campo, eles podem ser estendidos a outras pesquisas com diferentes abordagens.  

Publicado
Set 26, 2016
Como citar
MUTTI, Gabriele de Sousa Lins; MARTINS, Silvio Rogerio; FRITSCH CARARO, Elhane de Fátima. MODELAGEM MATEMÁTICA E FORMAÇÃO DE PROFESSORES: UMA ANÁLISE DE ARTIGOS A PARTIR DOS CRITÉRIOS DE CONFIABILIDADE. Revista Dynamis, [S.l.], v. 21, n. 2, p. 69-90, set. 2016. ISSN 1982-4866. Disponível em: <https://proxy.furb.br/ojs/index.php/dynamis/article/view/5225>. Acesso em: 07 dez. 2021. doi: http://dx.doi.org/10.7867/1982-4866.2015v21n2p69-90.
Seção
Artigos

Palavras-chave

Tendência da Educação Matemática. Espaços de Formação Docente. Validade da Pesquisa.