DISCUSSÕES EPISTEMOLÓGICAS: CONTRIBUIÇÕES PARA A EDUCAÇÃO EM SAÚDE REALIZADA NO ENSINO DE CIÊNCIAS

  • Tiago Venturi UDESC e PPGCT UFSC
##plugins.pubIds.doi.readerDisplayName## http://dx.doi.org/10.7867/1982-4866.2015v21n1p72-84

Resumo

Este artigo teórico discute a problemática que envolve o ensino-aprendizagem da Educação em Saúde no Ensino de Ciências. Atualmente a Educação em Saúde é desenvolvida na escola visando a mudança de comportamento dos alunos após passarem por processos de ensinoaprendizagem, objetivos estes, muitas vezes, tributários de enfoques ultrapassados e oriundos de áreas não educacionais. Sendo assim, este estudo tem o objetivo de analisar e discutir a impossibilidade de alcançar tais objetivos. Para tanto, busca-se argumentos e fundamentos nos perfis conceituais (Mortimer) e perfis espitemológicos (Bachelard), modelos cognitivos que explicam a aprendizagem, a forma de compreensão e ação dos alunos, integrando o contexto neste processo. Como contribuições para a área, traz-se proposições para dos objetivos para a Educação em Saúde no Ensino de Ciências.[...].
Publicado
Nov 20, 2015
Como citar
VENTURI, Tiago. DISCUSSÕES EPISTEMOLÓGICAS: CONTRIBUIÇÕES PARA A EDUCAÇÃO EM SAÚDE REALIZADA NO ENSINO DE CIÊNCIAS. Revista Dynamis, [S.l.], v. 21, n. 1, p. 72-84, nov. 2015. ISSN 1982-4866. Disponível em: <https://proxy.furb.br/ojs/index.php/dynamis/article/view/5174>. Acesso em: 07 dez. 2021. doi: http://dx.doi.org/10.7867/1982-4866.2015v21n1p72-84.
Seção
Artigos