A Referencialização como processo (e método): uma proposta para avaliar a formação de egressos em Programas de Pós-Graduação da área de Ensino de Ciências

  • Graziela Piccoli Richetti Programa de Pós-Graduação em Educação Científica e Tecnológica - Universidade Federal de Santa Catarina
  • José de Pinho Alves Filho Programa de Pós-Graduação em Educação Científica e Tecnológica Departamento de Física – Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)
##plugins.pubIds.doi.readerDisplayName## http://dx.doi.org/10.7867/1982-4866.2012v18n1p63-75

Resumo

http://dx.doi.org/10.7867/1982-4866.2012v18n1p63-75

A avaliação da pós-graduação brasileira, realizada pela CAPES, é imprescindível para apreciar a qualidade dos cursos. Todavia, existem críticas e restrições às suas limitações para mensurar a atividade formadora. Os cursos de mestrado e doutorado em Ensino de Ciências buscam aproximar a formação docente da prática pedagógica objetivando contribuir para a melhoria desse ensino em espaços de educação formal e não-formal. Apresentamos a dinâmica teórica da referencialização e uma proposta de percurso para a avaliação interna dos cursos de pós-graduação em Ensino de Ciências. Considerando os objetivos da formação e características, propomos um referencial de avaliação que ofereça um diagnóstico sobre o impacte dessa formação na prática pedagógica dos egressos. Propomos três dimensões de avaliação: curricular, epistemológica e educação científica e tecnológica, que podem ser complementadas em função do que se pretende avaliar, objetivando fornecer resultados destinados a melhoria da formação

Publicado
Dez 22, 2012
##submission.howToCite##
RICHETTI, Graziela Piccoli; ALVES FILHO, José de Pinho. A Referencialização como processo (e método): uma proposta para avaliar a formação de egressos em Programas de Pós-Graduação da área de Ensino de Ciências. Revista Dynamis, [S.l.], v. 18, n. 1, p. 63-75, dez. 2012. ISSN 1982-4866. Disponível em: <https://proxy.furb.br/ojs/index.php/dynamis/article/view/3382>. Acesso em: 24 out. 2021. doi: http://dx.doi.org/10.7867/1982-4866.2012v18n1p63-75.
Seção
Artigos

Palavras-chave

Referencialização; Avaliação; impacte