A contribuição da história ambiental na formulação de políticas públicas para a promoção do desenvolvimento sustentável

  • Martin Stabel Garrote Universidade Regional de Blumenau
##plugins.pubIds.doi.readerDisplayName## http://dx.doi.org/10.7867/1982-4866.2009v15n3p10

Resumo

No contexto da crise ambiental a historiografia ambiental passa a produzir um conhecimento a respeito do uso da biodiversidade e pode ser usada no planejamento de políticas públicas de desenvolvimento sustentável. O objetivo deste estudo foi contribuir com o tema das políticas ambientais, discutindo o papel da historiografia ambiental como uma ferramenta para a formação de agendas de políticas públicas para o desenvolvimento sustentável. Utilizou-se como método a pesquisa e análise qualitativa de dados secundários presentes em bibliografias, periódicos e relatórios sobre as temáticas da História Ambiental, Estado e Políticas Públicas. Com os estudos da História Ambiental das regiões é possível averiguar as formas pelas quais a sociedade interagiu com a natureza, revelando a degradação e proporcionando com este conhecimento, novas medidas que evitem erros catastróficos contra o ambiente promovendo novos processos de desenvolvimento com a preocupação da sustentabilidade. Concluímos que a História Ambiental é uma necessidade enquanto ferramenta no processo de elaboração de agendas de políticas públicas que objetivem promover desenvolvimentos com a ênfase da sustentabilidade. Neste contexto, faz-se necessário à formação e a participação de historiadores ambientais para que as relações entre a natureza e a sociedade sejam compreendidas e aplicadas na elaboração e nos processos das políticas públicas.

Publicado
Ago 29, 2011
##submission.howToCite##
GARROTE, Martin Stabel. A contribuição da história ambiental na formulação de políticas públicas para a promoção do desenvolvimento sustentável. Revista Dynamis, [S.l.], v. 15, n. 3, p. 10, ago. 2011. ISSN 1982-4866. Disponível em: <https://proxy.furb.br/ojs/index.php/dynamis/article/view/2344>. Acesso em: 24 out. 2021. doi: http://dx.doi.org/10.7867/1982-4866.2009v15n3p10.
Seção
Ciências Humanas, Sociais Aplicadas, Linguística, Letras e Artes

Palavras-chave

História Ambiental, Políticas públicas, Desenvolvimento sustentável