Avaliação quantitativa da pressão para sucção e sua relação com a má-oclusão

  • Marcia de Freitas Oliveira FURB
  • Marcus Vinícius Marques de Moraes FURB
  • Iloara Cláudia Gutz
  • Aline Trevisan
  • Lúcio Bareta Todorov
##plugins.pubIds.doi.readerDisplayName## http://dx.doi.org/10.7867/1982-4866.2009v15n3p60

Resumo

O objetivo deste estudo foi avaliar a pressão de sucção e sua relação com a má-oclusão em crianças pré-escolares. A amostra foi constituida por 30 crianças de ambos os sexos com idade entre 4 a 5 anos de idade ainda com dentição decídua, portadora ou não do hábito de sucção de bico, com bom estado de saúde. Houve treinamento da equipe para coleta dos dados e foi utilizado um equipamento eletrônico não-invasivo, vacuômetro da marca Instrutherm ® modelo VDR-920 acoplado a um transdutor que é um dispositivo de plástico semelhante ao bico de uma chupeta. Foi feita a leitura inicial do vacuômetro e adotada como pressão inicial do sistema (PI) e posteriormente comparada com as médias finais das sucções dos pré-escolares (PF). Também foi realizada a avaliação dos aspectos morfológicos da oclusão mediante a inspeção visual da relação ântero-posterior dos molares decíduos. Os resultados do teste de Wilcoxon mostrou que existe diferença significativa entre as crianças com hábito e sem hábito no exame da arcada superior para a classificação de Baume (p=0,04). Para análise transversal da arcada, observou-se valores de r=0,039 para p=0,890 que mostra uma relação muito fraca entre a mordida cruzada e o módulo da pressão negativa para crianças com hábitos de sucção. Nas crianças sem o hábito notou-se uma relação direta entre o módulo da pressão negativa e a mordida cruzada, mas não significativa (r= 0,433 e p= 0,107). Concluiu-se que os hábitos orais deletérios apesar de exercer fatores negativos ao desenvolvimento na cavidade bucal parece não interferir na pressão para sucção.

Publicado
Ago 29, 2011
Como citar
OLIVEIRA, Marcia de Freitas et al. Avaliação quantitativa da pressão para sucção e sua relação com a má-oclusão. Revista Dynamis, [S.l.], v. 15, n. 3, p. 60, ago. 2011. ISSN 1982-4866. Disponível em: <https://proxy.furb.br/ojs/index.php/dynamis/article/view/2061>. Acesso em: 09 dez. 2021. doi: http://dx.doi.org/10.7867/1982-4866.2009v15n3p60.
Seção
Ciências Agrárias, Biológicas e da Saúde

Palavras-chave

Má-oclusão. Sucção de dedo. Comportamento de sucção. Dentição decídua. Hábitos.