ESTUDO DA VIABILIDADE DA PRODUÇÃO DE BIOCOMBUSTÍVEIS LEVES A PARTIR DO BIODIESEL – ANÁLISE EXPERIMENTAL E NUMÉRICA

  • Antônio André Chivanga Barros Universidade Regional de Blumenau
##plugins.pubIds.doi.readerDisplayName## http://dx.doi.org/10.7867/1982-4866.2009v15n2p7%20-%2011

Resumo

A reciclagem de resíduos de óleos de frituras vem sendo investigada no Brasil o que tem resultado na proposição de metodologias para a conversão destes, em ésteres de ácidos graxos, um biocombustível conhecido como biodiesel. A conversão de resíduos gordurosos em biodiesel é realizada mediante reação química de esterificação/transesterificação com o álcool, para se obter ésteres de ácidos graxos. O biodiesel é uma fonte de energia renovável com forte impacto sobre o meio ambiente e potencial substituto do diesel fóssil. O resíduo gorduroso utilizado para a produção de biodiesel pode concentrar altos teores de ácidos graxos livres o que demanda sua conversão em duas etapas, sendo a primeira etapa aquela que visa converter os ácidos graxos em ésteres, por esterificação, e a segunda etapa envolve a transesterificação de triglicerídeos para produzir, também, ésteres de ácidos graxos. Entretanto, a conversão descrita na primeira etapa pode concentrar ésteres com estrutura molecular reduzida, portanto, mais leves se comparados com os ésteres obtidos na segunda etapa. Para diferenciar os ésteres obtidos nas duas etapas, foi desenvolvida uma metodologia de caracterização física baseada na destilação simples mediante cortes por faixa de temperaturas e a conseqüente descrição das curvas de destilação, o que resultou na separação do biodiesel leve e do pesado. As curvas de destilação obtidas foram comparadas entre si e observado o comportamento das temperaturas de ebulição. 

Publicado
Jun 1, 2010
Como citar
BARROS, Antônio André Chivanga. ESTUDO DA VIABILIDADE DA PRODUÇÃO DE BIOCOMBUSTÍVEIS LEVES A PARTIR DO BIODIESEL – ANÁLISE EXPERIMENTAL E NUMÉRICA. Revista Dynamis, [S.l.], v. 15, n. 2, p. 7 - 11, jun. 2010. ISSN 1982-4866. Disponível em: <https://proxy.furb.br/ojs/index.php/dynamis/article/view/1779>. Acesso em: 09 dez. 2021. doi: http://dx.doi.org/10.7867/1982-4866.2009v15n2p7 - 11.
Seção
Ciências Exatas e da Terra e Engenharias

Palavras-chave

Biodiesel, Destilação, Transesterificação, Combustíveis leves.