PERCEPÇÃO DA QUALIDADE DE VIDA EM IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS DA CIDADE DE BLUMENAU, SC

  • Claudia Araci Dalsenter FURB
  • Fábio Marcelo Matos FURB
##plugins.pubIds.doi.readerDisplayName## http://dx.doi.org/10.7867/1982-4866.2009v15n2p32%20-%2037

Resumo

Resumo: O estudo teve como objetivo caracterizar a percepção da qualidade de vida de idosos institucionalizados no Município de Blumenau (SC). Método: Trata-se de uma pesquisa de caráter quantitativo, descritivo e exploratório, tendo como amostra 44 sujeitos de ambos os sexos com idade entre 60 a 96 anos, média 72,1 anos, distribuídos em seis instituições asilares do município. A percepção da qualidade de vida foi avaliada com o World Health Organization Quality of Life (Whoquol-Old) e o Questionário Sócio – demográfico. Resultados: Os escores do WHOQOL-OLD demonstram que o menor valor foi para a faceta autonomia 45,8% ± 5,9%, enquanto o maior escore foi para a faceta Morte e morrer com média de 83,5% ± 9,5%. A percepção da qualidade de vida foi superior para as mulheres nas facetas autonomia (AUT), participação social (PSO)e atividades passadas, presentes e futuras (PPF) quando comparadas aos homens que obtiveram os maiores índices nas facetas funcionamento sensorial (FS) e Morte e Morrer (MEM). A percepção do idoso sobre sua qualidade de vida considerada bastante satisfatória, 61,4%. Conclusão: O envelhecimento constitui um período marcado por perdas fisiológicas, psicológicas e físicas, aspectos naturais a todos os indivíduos durante o processo natural de envelhecimento, mas agrava-se em idosos institucionalizados, comprometendo a sua qualidade de vida. Diante de todas as transformações demográficas e epidemiológicas, o envelhecimento é uma preocupação de todos os níveis da sociedade, cujo objetivo não é só garantir uma maior sobrevida, mas sim dispor-lhes de uma boa qualidade de vida.

Publicado
Mar 14, 2010
Como citar
DALSENTER, Claudia Araci; MATOS, Fábio Marcelo. PERCEPÇÃO DA QUALIDADE DE VIDA EM IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS DA CIDADE DE BLUMENAU, SC. Revista Dynamis, [S.l.], v. 15, n. 2, p. 32 - 37, mar. 2010. ISSN 1982-4866. Disponível em: <https://proxy.furb.br/ojs/index.php/dynamis/article/view/1385>. Acesso em: 09 dez. 2021. doi: http://dx.doi.org/10.7867/1982-4866.2009v15n2p32 - 37.
Seção
Ciências Agrárias, Biológicas e da Saúde

Palavras-chave

Qualidade de vida, idoso institucionalizado, Whoqol-Old.